terça-feira, 27 de outubro de 2009

bebendo

Um copo de água gelada
e a canção que eu gostaria de cantar
segurando no guidom da minha liberdade
n´um palco de areia branca e holofote de luar
regando as lembranças com murmúrios
e sorrisos mais suaves que brisas do mar

3 comentários:

Arthur Dantas disse...

oi. passando por aqui. parece que dei sorte, tudo que estou lendo hoje é sobre o mar ou cita ele. gostaria de segurar minha liberdade pelo guidom. Gostei do seu blog, convido-te a passar no meu, se quiser. virei aqui mais vezes. e a respeito do mar ele é tão inconstantemente constante e tão constantemente inconstante, não acha?

Functional Electronic Humanoid disse...

E olhares mais corajosos que se pode notar...

Nikku disse...

Sorrisos passageiros... Como a brisa.



(Nunca eternos).