segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Deixe-me pergunta-lhe...


Acreditas no destino...?

O que temos que aprender?

Qual o propósito da vida?

E o amor, a que serve?
Seus designos são de prazer apenas?... parece que não,
Mas ainda assim nos seduzimos nos seus braços
Para aprender com sorrisos e lágrimas
E beijos e desastres e esperanças inacabáveis

E nossos desafios, obstáculos,
Venceremos sorrindo
E no céu brilhará
O nosso destino.

Um comentário:

Fernandes disse...

Esse terraço *-*